Cuidado, denúncia de golpe contra Sistelados

Segue, abaixo, email recebido de um associado da APAS-RJ, denunciando o caso.

From: Abilio Correa do Carmo Neto abiliocn@yahoo.com.br
To: APAS – RJ apasrj@apasrj.com.br
Cc:
Sent: Ter 18/06/13 11:13
Subject: Fwd: Precatorio

Amigos:
 
Hoje recebi telefonema de suposto Oficial de Justiça, pedindo-me para telefonar para Brasilia (61) 4063-6412, telefone da 6a. Vara de Execução, falar com a Meritíssima (evidenciou varias vezes o Meritissima, tentando talvez me impressionar) Juiza Dra. Osmarina da Luz, sobre liberação do meu Precatorio sobre Processo de Ação Publica contra a SISTEL , reajuste de 1990, no valor de R$ 31.630,00. Para tanto eu deveria fornecer meus dados bancários  e teria que ser hoje para não perder o lugar na fila das liberações. Tinham todos meus dados pessoais.
Estranhei nunca ter sido ventilado pelas APAS esse assunto, nunca recebi comunicação das APAS sobre esse Processo. 
Estranhei mais ainda ser atendido por uma juíza e não um escrivão e ainda querer dados bancários, e a urgência (tinha que ser hoje), tipica de golpe, para não nos dar tempo de analisar nada,  e resolvi telefonar para averiguar.
Fui atendido pela “Juiza” e comecei a questiona-la sobre numero do Processo, porque da urgência, porque uma Juiza ao telefone, outros dados, neguei dar meu banco e dados bancarios.
Nesse momento  ela perdeu a paciência e simplesmente falou:
“Seu filho duma égua, duvidando de uma Juiza?” e a seguir bateu o telefone, evidenciando tratar-se de um provavel golpe.
 
Pelo presente, comunico o fato às APAS, para averiguação e talvez uma circular aos assistidos, alertando-os a respeito, se for o caso.
 
Um grande abraço a todos
 
Abílio