Sistel: APOS CPqD divulga desempenho dos planos Sistel em março e no 1o. trimestre de 2020

Desempenho dos Planos SISTEL – Março de 2020

  • Somente o plano CD InovaPrev, único da Sistel, não atendeu as metas atuariais e ficou no negativo.
    Veja abaixo os resultados e a análise dos planos
  • Prezados Associados,
    Seguem os quadros com informações sobre o desempenho dos planos SISTEL referentes ao mês de MARÇO de 2020.
    Tanto as informações dos quadros quanto as observações sobre o desempenho foram extraídas dos relatórios SISTEL de cada plano.
    Rentabilidade
    Para cada mês, a principal informação do primeiro quadro é a rentabilidade dos planos: quanto cada um deles rendeu percentualmente no mês e no ano civil corrente; seu desempenho frente à meta estabelecida pela SISTEL; e o seu índice de cobertura, isto é, um indicador de quanto os recursos disponíveis são capazes de cobrir a projeção matemática das obrigações para com os participantes.
    Patrimônio
    O segundo quadro trata principalmente do volume de recursos dos planos, isto é, seu patrimônio social, bem como de outros valores importantes tais como as sobras acumuladas (patrimônio do fundo menos as provisões) e os fundos previdenciais (fundos para cobrir riscos ou flutuações extraordinárias nos compromissos dos planos).
    População
    O terceiro quadro dá um panorama sobre a população de participantes de cada plano – ativos, assistidos e pensionistas.
    Observações sobre o desempenho dos planos
    No mês de março, as carteiras de investimentos dos planos CPqDPrev, PBS-CPqD, PBS-A e PAMA tiveram rentabilidade superior à meta atuarial, não sofrendo impacto das oscilações nos preços de mercado, tendo em vista que a maior parte de seus ativos se encontra precificada na curva. O segmento de renda variável apresentou variação negativa em razão do desempenho da bolsa no cenário de pandemia do Coronavírus, tendo sido o impacto em retornos de planos reduzido, em função da participação percentual ser menor nas carteiras de investimentos.
    No caso do InovaPrev, a piora do cenário negativo iniciado em fevereiro fez com que a sua carteira de investimentos do InovaPrev tenha encerrado março com rentabilidade negativa bem inferior à meta atuarial. A magnitude da pandemia de Coronavírus causou volatilidade nos preços dos ativos nunca vista em outras crises já enfrentadas no passado. Como no Plano InovaPrev todos os ativos que compõem sua carteira (renda fixa e renda variável) são precificados a mercado, a rentabilidade foi muito impactada por esta volatilidade.
    Mesmo com uma participação pequena no total do patrimônio do plano a renda variável (composta pelo ativo BOVA11 e pela posição em futuros de renda variável nos fundos multimercados) foi a principal causa da rentabilidade registrada.
    Fonte: APOS – Assoc. Aposentados do CPqD e empresas coligadas (25/05/2020)
    Nota da Redação: Chama a atenção o fato de 26 assistidos de planos PBS terem ingressado ou retornado em março ao plano assistencial PAMA.
  • Fonte: Aposentelecom

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>